Rádio Notícias
Ouvir Rádio Online e Direto

Muitos milhões em segundo plano Vida difícil para Layún e Depoitre no plantel do FC Porto

Muitos milhões em segundo plano Vida difícil para Layún e Depoitre no plantel do FC Porto. O internacional mexicano, que custou aos cofres da SAD azul e branca seis milhões no verão passado, foi titular contra o Rio Ave, mas comprometeu imenso na partida com o conjunto liderado por Luís Castro, tendo cometido uma grande penalidade sobre Gil Dias no início da segunda parte. Perante a ausência de Maxi, lesionado, Layún foi lançado às feras com os vila-condenses e foi visível a falta de ritmo do polivalente jogador, que teve uma tarde infeliz no Dragão. Resultado: foi substituído no limite da expulsão e, desde então, nunca mais foi opção para o técnico portista. É, seguramente, a fase menos positiva desde que chegou ao FC Porto. Também Depoitre tem cada vez menos espaço no núcleo duro dos dragões. A chegada de Soares complicou bastante a vida do gigante belga, contratado ao Gent por seis milhões de euros, um pedido expresso de Nuno Espírito Santo, segundo palavras de Pinto da Costa.

Muitos milhões em segundo plano Vida difícil para Layún e Depoitre no plantel do FC Porto. O internacional mexicano, que custou aos cofres da SAD azul e branca seis milhões no verão passado, foi titular contra o Rio Ave, mas comprometeu imenso na partida com o conjunto liderado por Luís Castro, tendo cometido uma grande penalidade sobre Gil Dias no início da segunda parte. Perante a ausência de Maxi, lesionado, Layún foi lançado às feras com os vila-condenses e foi visível a falta de ritmo do polivalente jogador, que teve uma tarde infeliz no Dragão. Resultado: foi substituído no limite da expulsão e, desde então, nunca mais foi opção para o técnico portista. É, seguramente, a fase menos positiva desde que chegou ao FC Porto. Também Depoitre tem cada vez menos espaço no núcleo duro dos dragões. A chegada de Soares complicou bastante a vida do gigante belga, contratado ao Gent por seis milhões de euros, um pedido expresso de Nuno Espírito Santo, segundo palavras de Pinto da Costa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Escolha de lingua