AEROPORTO DE BUBAQUE APRESENTA SITUAÇÕES DE INCONFORMIDADE ÀS NORMAS DE AVIAÇÃO CIVIL

0
344

O Diretor de Infraestruturas e Navegação Aérea disse dia 21 de julho que o Aeroporto de Bubaque, na região de Bolama/Bijagós sul do país, apresenta muitas situações de inconformidades em relação as normas recomendáveis pela Aviação Civil.

Malam da Silva fez esta chamada de atenção em Bubaque, no âmbito de visitas de avaliação técnica às Pistas e Aeródromos que uma equipa da Agência de Aviação Civil da Guiné-Bissau efetua nas regiões, que consiste entre outras coisas, medições de extensão total de cada aeroporto, tipo de pavimentação e as suas respetivas larguras.

De acordo cm este responsável, atualmente as zonas de servidão Aeronáutica do Aeroporto de Bubaque estão a ser ocupadas pelos populares com diversos tipos de construções para fins habitacionais bem como a plantações de cajueiros.” Existem muitas inconformidades de acordo com as normas, além de mais zonas de servidão aeronáutica do aeroporto estão a ser ocupadas pelos populares, o que foi confirmado com o trabalho que fizemos no terreno, estas situações servem de obstáculo que impedem a aeronave que efetua voo aqui com segurança”, disse da Silva.

Para Edmundo Alfama, em representação de Direção de Infraestrutura Aeroportuária, é urgente tomar medida pelas autoridades competentes, tendo destacado que ainda é o tempo salvas situação do Aeroporto de Bubaque.” Estamos ainda em tempo de puder salvar a situação deste aeroporto de Bubaque, e de modo técnico, é preciso também fazer já vedação da pista e arranjos nas instalações do mesmo aeroporto onde os hospedes são acolhidos”, salientou ele.

A ocasião serviu para Pansau Na Bidom, Chefe de Departamento Informação Aeroportuária e Documentação manifestar a sua preocupação relativamente a nível de falta de segurança no Aeroporto de Bubaque. “Foi possível constatarmos em que situação se encontra este lugar, as viaturas, animais e pessoas particulares entram como e quando querem, não há aqui controlo do aeroporto, o que é muito complicado para nós”, lamentou.

De referir que no âmbito destas visitas as Pistas e Aeródromos, a equipa da Agência de Aviação Civil já esteve em Cufar, região de Tombali, sul do país, em Gabú no leste, devendo no próximo tempos deslocar a Varela, norte e Bolama a região do mesmo nome, no sul do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here