Baltazar Alves Cardoso “dispara” contra Sola Nquilim na Bitchita

0
2954
Foto Arquivo: Baltazar Alves Cardoso
      ÁUDIO BALTAZAR ALVES CARDOSOS
Continua a marcar a atualidade guineense o caso da suposta corrupção na Câmara Municipal de Bissau, que levou, no início do ano, a suspensão do Presidente da edilidade.

O Presidente suspenso da Câmara Municipal de Bissau “disparou” e acusa o Ministro da Administração Territorial, Sola Nquilim na Bitchita, “de ter vendido parcelas de terreno na Estrada de Bôr, na capital guineense, e efetivar mais de 160 funcionários na Câmara, sem concurso público”.

Baltazar Alves Cardoso falava, esta sexta-feira, 09 de fevereiro, à saída de uma audição no Ministério Público, no âmbito das acusações de corrupção a que é alvo por parte do ainda titular da pasta de Administração Territorial.

Com o caso terreno no centro das atenções, Alves Cardoso revelou que “o Estado guineenses já recuperou as instalações de 3 de agosto, em Bissau, que tinham sido vendidas pelo governo de Domingos Simões Pereira”.

No dia 02 de janeiro, através de um despacho, o Ministro da Administração Territorial, Sola Nquilim na Bitchita, suspendeu das suas funções, o Presidente da Câmara Municipal de Bissau, Baltazar Alves Cardoso, acusando-o de prática de corrupção e nepotismo na mesma instituição.

As denúncias já tinham levado a audição, ainda no mês de fevereiro (há uma semana), de Sola Nquilim na Bitchita, no Ministério Público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here