Banco Nacional de Angola garante que kwanza não vai desvalorizar e anuncia alterações no regime de câmbio

0
16

O Banco Nacional de Angola informou esta quarta-feira, que descarta a desvalorização do kwanza e vai proceder a uma alteração do regime de câmbio em vigor, que passa de um câmbio fixo para um câmbio flutuante, escreve a agência de notícias estatal Angop. A informação foi avançada pelo Governador do Banco Central, José de Lima Massano, durante a apresentação do Programa de Estabilização Macroeconómica para 2018, em Luanda.

José de Lima Massano explicou que é desnecessário “desvalorizar administrativamente” o kwanza, contudo admite uma “possível depreciação da moeda“. Relativamente ao regime de câmbio, José de Lima Massano, explicou que o regime flutuante funcionará dentro de uma banda ou intervalo a ser definida pelo Banco Nacional de Angola. E explicou que “tecnicamente, o que vai ocorrer com a moeda nacional (kwanza), com a adoção do regime de câmbio flexível, é a depreciação (perda do valor real) ou apreciação (valorização), ditada pelos mecanismos de mercado da procura e oferta“. Com o novo regime flutuante, pretende-se também equilibrar a diferença entre a taxa de câmbio oficial e a do mercado paralelo e, a longo prazo, eliminar as diferenças.

O Governador adiantou ainda que o Banco Central está a ultimar todos os instrumentos para retomar, ainda no final deste trimestre, a sessão de leilões de divisas.

Tendo por base o câmbio fixo do BNA, atualmente o dólar está a ser transacionado a 165,098 kwanzas a compra, e 166,749 a venda, enquanto o euro está a 184,497 kwanzas a compra e 186,303 kwanzas a venda, explica o mesmo órgão de comunicação.

In e-Global Notícias em Português

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here