GOSCE QUER QUE COMUNIDADE INTERNACIONAL ACELERE DESBLOQUEAMENTO DE FUNDOS PARA ELEIÇÕES

0
80

O Grupo das Organizações da Sociedade Civil para as Eleições (GOSCE) instou esta segunda-feira 27 de agosto a Comunidade Internacional no sentido de acelerar processo de desbloqueamento dos fundos permitidos para as eleições legislativas de novembro deste ano, de modo a viabilizar um cronograma a ser atualizado para estas eleições.

Em comunicado de imprensa, o GOSCE incitou também o Governo a convocar o parlamento, os partidos políticos, as Organizações da Sociedade Civil, e todos os parceiros internacionais implicados no processo para definir um novo cronograma eleitoral e deste modo anunciar o início efetivo do recenseamento eleitoral.

Neste sentido, o GOSCE apela a suspensão de anúncios da campanha que estão a ser lavados a cabos nos órgãos de Comunicação Social sobre o início do recenseamento com vista a atualização e melhoria dos conteúdos a serem difundidos.

Outra situação levantada pelo grupo está ligada a lançamento de recenseamento no passado dia 23 de agosto que consideram sem condições técnicas, operacionais, matérias e financeiras para que as pessoas possam realizar os seus registos. “O lançamento oficial do recenseamento não foi acompanhado com o início efetivo do recenseamento eleitoral em todo o espaço nacional e na diáspora”, lê-se no comunicado.

A termo de reconhecimento, o GOSCE saúda os esforços que estão a ser empreendidos, destacando a melhoria das instalações para o funcionamento do Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE), tornando-a mais propícia para a gestão eleitoral, e a disponibilidade da República de Timor Leste em apoiar as autoridades nacionais no processo eleitoral com a indicação de uma equipa técnica que se vai instalar no país para o efeito.

A terminar, o Grupo das Organizações da Sociedade Civil para as eleições reafirma a sua disponibilidade de apoio ao sucesso do processo eleitoral em curso no país apelando o sentido de responsabilidade, de serenidade e de prudência, que a situação exige, a todos os atores implicados no mesmo processo.

In e-Global

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here