MCCI quer que mais personalidades políticas sejam sancionadas pela CEDEAO

0
202

O Movimento de Cidadãos Conscientes e Inconformados (MCCI) saiu este domingo 4 de fevereiro à rua, depois da sua última manifestação em Maio de 2017, para manifestar o seu apoio à decisão da CEDEAO em sancionar 19 figuras guineenses associadas a obstrução do cumprimento do acordo de Conacri.

Para os ativistas do Movimento, a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) agiu bem ao aplicar sanções as tais figuras. Mas, quer que mais personalidades sejam sancionadas incluindo o Presidente da República, José Mário Vaz, por estarem ainda a impedir a implementação do acordo de Conacri. Um instrumento apoiado pela Comunidade Internacional, pois, dizem diplomatas, representa de momento a única saída para a atual crise política na Guiné-Bissau.

Recentemente o MCCI foi confrontado com as decisões do Ministério do Interior, impedindo-o de promover manifestações, desde que a último protesto de rua culminou em violência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here