REVISTA DE IMPRENSA 25 DE MAIO 2018

0
291

É o “Ultima Hora” com o qual abrimos este nosso “passeio” pelos jornais guineenses. Publicação que, na sua primeira página, destacou uma das noticias mais destacadas da semana, ou seja, o processo eleitoral, em perspectiva.

 

E, justamente, sobre este o assunto, o semanário avança que “cenários e custos perigam eleições de 18 de Novembro e voltam a dividir o PAIGC e o PRS”. Contextualizando, segundo “Última Hora”, “o Governo, P5 e os partidos políticos com assento parlamentar reuniram-se dia 23 de maio, onde discutiram a situação das eleições legislativas agendadas para novembro de 2018”.

 

Relativamente ainda as eleições, por sua vez, o “Diário Bissau”, um outro semanário guineense, precisou que o “recenseamento eleitoral na Guiné-Bissau deve começar em julho deste ano”.

 

Ainda na mesma esfera, a de eleições, “no último recenseamento tivemos 775 mil e 805 eleitores e a estimativa que se fez é no sentido de atingirmos um milhão de eleitores”, afirmou, aliás, o Presidente da Comissão Nacional de Eleições, José Pedro Sambú, citado pelo jornal “Diário Bissau”. “Diário Bissau” que estampou a sua capa com o 8º aniversário da Guarda Nacional.

 

O “Ministro do Interior promete melhor funcionamento de todas as corporações policiais”, evidenciou jornal, em titulo, prosseguindo que “Mutaro Djaló manifestou a sua disponibilidade e determinação em usar todas as suas energias para reforçar as condições humanas e materiais, com vista à melhoria de funcionamento da Guarda Nacional e das demais corporações sob a sua tutela”, fim de citação.

Continuando ainda no “Diário Bissau”, de notar, por outro lado, outros títulos de destaque, entre os quais, citamos: “Militância partidária. Empresário Mamadu Saliu Lamba e Fatumata Djau Baldé, novos reforços do APU-PDGB”.

Voltado ao “Última Hora”, e já, com factos políticos, o jornal salientou, em capa, que o “PAIGC denuncia obstaculizações na governação e pede ao Presidente, José Mário Vaz, para afastar o Procurador Geral da República sancionado, Bacari Biai”. Bacari Baiai que assistiu, esta semana, o IIº Congresso do Ministério Público”. “Ultima Hora” escreve ainda que “Magistrados debatem a corrupção na classe e a possibilidade do PGR ter um mandato”.

De “Última Hora”, ao “Democrata”, o último que nos chegou, este, por sua vez, ao seu estilo conservador, sugeriu destacar, na sua primeira página, uma grande reportagem sobre Bigene. Em titulo, o jornal precisou que “roubo de gado ameaça a paz entre Guiné-Bissau e o Senegal”, detalhando que “a situação crítica e crescente do roubo de gado-bovino ameaça, cada vez mais, a paz social, no seio das comunidades limítrofes entre as repúblicas da Guiné-Bissau e do Senegal”.

Sobre esta matéria, algo delicada, conforme ainda “O Democrata”, “trata-se de um novo fenómeno que pode beliscar a convivência sã, entre os guineenses e senegaleses e quando, tem a ver com a posse de terras a nível das aldeias da linha fronteiriça”.

Enfim, quanto as eleições, o semanário particularizou as palavras do Primeiro-ministro, Aristides Gomes: “eleições estão a ser preparadas, mas ainda sem apoios da Comunidade Internacional”, nem mais!

Por Lassana Cassamá

Áudio:

      REVISTA DE IMPRENSA 25-05-18

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here